São procurados para a criação em cativeiro justamente pela sua fácil adaptação e por não serem animais tão grandes como os teiús. Além do que o trabalho não é tanto. Eles vivem em terrários que deve ser espaçoso o suficiente para que eles possam se movimentar sem problemas, deve conter muitas rochas, galho, areia, pedras e tudo aquilo que faça-o se sentir o mais próximo possível de seu habitat natural.
Outra preocupação com os répteis em geral que logo se aplica aos calangos é a questão da temperatura do terrário que deve se encontrar em torno de 28 a 30ºC levando em consideração que a noite sempre cai um pouco essa temperatura chegando a 25ºC e nunca deixando de lado a umidade, o que também é muito importante, deve estar em torno de 20%. Embora na natureza vivam em bando quando criados em cativeiros procure os manter o nº. mínimo possível, pois na natureza eles têm uma divisão hierárquica muito bem distribuída e por causa muitas vezes por maior que seja o terrário isso não daria certo e causaria muito estresse no animal podendo os levar a morte.

Eles convivem bem com os donos desde que esses os acostumem desde filhotes a convivência, eles não são animais agressivos por natureza, porém nunca confie 100% pois nunca sabemos o que se passa na cabeça dos animais de alguma forma eles podem se sentir ameaçados e atacar então é melhor prevenir do que remediar.
São animais exclusivamente diurnos e bem tranqüilos sua vida não é muito ativa, muito territorialistas e ficam de prontidão para atacar uma possível presa a qualquer momento. Eles podem se mimetizar facilmente, ou seja, se camuflam com o ambiente onde se encontram para se proteger. Por isso também a importância da maior quantidade possível de troncos de árvores e rochas.

A alimentação em cativeiro também é bem simples, como já foi citado eles comem besouros, grilos, vespas, aranhas, larvas de insetos, baratas, formiga,Mas para sua comodidade existem alimentos peletizados que você encontra em pet shops, produtos da Alcon para répteis assim como o da Labcon ambos tem uma linha completa que realmente para muitas pessoas é uma vantagem.Fica a seu critério.

A limpeza do terrário deve ser feita 1 vez a cada 15 dias e no mínimo 1 vez ao mês, porem é uma limpeza simples já que não são animais que fazem muita sujeira.Diariamente devem ser tirados restos de comida e muito cuidado pois as pessoas tem uma mania de ‘levar pra passear’ esses animais porém eles são ágeis quando querem, escalam muros e árvores com muita facilidade e você pode perde-lo.

Nunca se esqueça que ao adquirir esse animal ele deverá estar legalizado com o IBAMA e comprometa-se sempre a cuidar da melhor maneira possível de seu bichinho do contrario nem procure ter um.E boa sorte!!