Você que está pensando em criar um bichinho de estimação vai aqui uma ótima idéia, um tanto quanto exótica, mas que vem ganhando cada dia mais espaço nas famílias. Estamos falando da IGUANA, sim, um dos primeiros répteis a entrar no ranking como um animal de estimação, e que vem tendo uma grande aceitação. Seguem algumas noções básicas para você que tem curiosidade ou se interessa pela idéia de adotar esse animalzinho:

qual seria o tamanho médio?

Características:

Embora ainda assuste algumas pessoas pela sua aparência, é um animal muito dócil e calmo, que pode facilmente interagir com o homem facilitando muito a relação de ambos, não esquecendo também que se tratando de répteis (iguanas no nosso caso), não se pode esperar que ela role, deite e peça carinho, pois diferentemente dos cães, por exemplo, as iguanas não são animais emotivos, sendo impossível domesticá-las. Mas calma, como tudo tem uma razão de ser isso também tem, ela não é indiferente ao nosso amor, a questão é que elas tem um cérebro extremamente primitivo, não sendo capaz de sentir qualquer relação ao afeto.

Seu tamanho pode chegar a 2 metros, sendo 2/3 de calda, é um bichinho com hábitos diurnos .

Alimentação:

Podem ser insetos, brotos, queijo branco, alface, escarola, laranja, banana, cenouras raladas, flores de hibisco, ipê, pétalas de rosa. E elas ainda se desenvolvem muito bem com rações específicas, tendo que ser alimentada duas vezes por dia, no inverno devido ao metabolismo desacelerado diminui-se a quantidade de comida. Não se deve dar nenhum tipo de alimento de origem animal, ou seja, carnes* ou qualquer outro tipo de alimentos que contenham açúcares (tirando a fruta).

*O estômago da iguana não digere qualquer tipo de carne, podendo provocar entupimento nos intestinos, levando a morte do animal. Em relação aos açúcares: quando em contato com o processo digestivo da iguana provocam paragens de digestão, o que inicia a criação de gazes, que em excesso podem provocar uma morte dolorosa ao animal.

Terrário:

Como é um animal relativamente grande o terrário deve ser amplo, com excesso de troncos e galhos, o que deixa mais próximo ao seu habitat natural. Também precisa tomar banho de raios ultravioletas. Por ser um animal ectotérmico só depende do sol para manter sua temperatura, sendo legal ter um termômetro para avaliar sua temperatura no terrário: diurno em torno de 30º e noturno 23º.

Higienização:

Com um pano úmido é possível fazer a higienização do corpo, para evitar arranhões. Não se deve esquecer de cortar as unhas da iguana e evitar o contato com outros animais. As fezes e a urina também devem ser retiradas.

Preço Médio:

Considerando que a pessoa irá comprar um filhote legalizado o bichinho não sairá por menos de R$ 1.000,00.
E não podemos esquecer que como todo animal de estimação existe um custo fixo de “manutenção”, como os alimentos, o terrário e a própria higienização.

Pense muito bem antes de adquirir um animalzinho (qualquer um que seja) independente de que animal for ele necessita de atenção, de cuidados e de sua disposição. Nossa amiguinha iguana tem uma estimativa de vida que chega a 20 anos.

Como fornecer o calor necessário para esses animais?

Répteis precisam de lâmpadas UVA e UVB. A luz ultravioleta A (UVA) tem a função básicas no animal como estimular o apetite, a atividade e o comportamento reprodutivo do animal. Já a luz ultravioleta B (UVB) promove a síntese da vitamina D3 necessária para um ótimo metabolismo do cálcio. É necessário criar os répteis com os dois tipos de lâmpadas. E sempre que possível leve sim o animal para tomar sol por pelo menos 15 minutos.