O kinguio, ou então peixe dourado como é popularmente conhecido, é membro da família das carpas, mas se diferem delas pela falta de barbelas ao redor da boca. Embora levem esse nome peixe dourado existe hoje uma variedade grande de cores (Branco e Vermelho, Laranja, Amarelo, Azul, Castanho escuro, Preto, Esverdeado, e Bicolor). Originalmente criados na Ásia há milhares de anos e eram utilizados como ornamentos nas casas, são animais fáceis de cuidar, mas como todos os peixes exigem certos tratamentos.

  Para eles um fator de grande importância é manter a água limpa e fria, a temperatura nunca pode exceder a 22 °C, sendo o ideal 20 °, deixar o peixe em temperaturas altas por um longo período pode causar a diminuição de oxigênio na água o que acarreta danos nervosos, no coração e principalmente seu sistema imune é afetado. Sempre tenha um termômetro no aquário para poder acompanhar a temperatura. O kinguio precisa ser mantido em aquários com no mínimo 40 litros para que ele possa se desenvolver da forma que é esperada esse peixe não deve ser mantido em aquários de bola sem filtração da água, modelo esse que temos ao lembrar-nos dos peixinhos dourados de filme ou desenhos, eles podem atingir até 20 cm e precisam de um local que comporte.

    A alimentação deles se baseia em ração que pode ser encontrada em pet shops, quando fornecida em poucos segundos eles deverão comer tudo, logo, não coloque mais do que eles agüentam evitando assim o desperdício e os detritos no aquário. Podem ainda comer verduras frutas e cereais. O ideal é alimentá-los uma vez ao dia. No aquário procure colocar esconderijos para que possam se abrigar quando sentirem necessidade isso é muito importante num aquário a fim de evitar o estresse do peixe, cuidados com objetos pontiagudos, procure sempre manter a filtração do aquário.