A aranha viúva negra pode ser encontrada por toda a América, no Brasil regiões costeiras são os locais preferidos pelo clima quente. É bem conhecida pela potência do seu veneno, o qual muitas vezes é fatal. Ao realizar a cópula o macho introduz sua genitália na vagina da fêmea. Após a inserção dos espermatozoides, para garantir a perpetuação da espécie, o macho quebra sua genitália dentro da fêmea evitando  também a cópula da fêmea com outros machos.O macho acaba morrendo com hemorragia e a fêmea muitas vezes se alimenta do macho pois o considera um predador.

  As fêmeas medem de 1 á 2 cm, possuem a coloração preta bem vistosa e um detalhe vermelho no abdômen o que lhes é característico.Os machos têm um tamanho inferior aos da fêmea.Elas normalmente picam quando se sentem ameaçadas principalmente se são espremidas, o que acontece freqüentemente ao calçarmos um tênis sem verificar antes.Podem ser encontradas em locais que tem arbustos onde podem se esconder.Existem 9 espécies diferentes dessa aranha algumas possuem uma picada com o veneno mais potencializado e outras menos.A mais popular e perigosa é a Latrodectus mactans.

  Certo tempo após a picada é iniciado um processo de dor local que logo se estende pelo corpo todo e se concentra nas articulações. A pessoa pode apresentar um aumento de temperatura, calafrios, câimbras principalmente nas extremidades. Taquicardia, sudoreses, retenção de urina, convulsões podem ser comuns. Enquanto o veneno se espalha os sintomas tendem a intensificarem. É necessário consultar um médico em um hospital especializado que possa atender pessoas que sofreram acidentes por animais peçonhentos. Normalmente pessoas saudáveis se recuperam completamente desde que recebam atendimento de forma adequada e rápida.